início do conteúdo

PROEN realiza videoconferência com psicólogos e assistentes sociais dos campi do IFMT para tratar sobre suicídio na adolescência

Publicado em: Reitoria / 12 de Maio de 2017 às 11:23

A Pró-Reitoria de Ensino do IFMT realiza nessa sexta-feira, dia 12 de maio, uma videoconferência no período da manhã, com os assistentes sociais e psicólogos dos campi para tratar sobre suicídio na adolescência. Os campi e os centros de referência que não contam com o profissional da área foram orientados para encaminhar para participar da reunião outros profissionais que atuam no atendimento à estudantes.

A videoconferência teve como objetivo geral realizar um diálogo sobre o tema suicídio na adolescência com as equipes multiprofissionais dos Campi do IFMT para orientar os profissionais sobre o papel preventivo da política de educação, dialogar sobre os processos de atendimento, acolhimento, encaminhamento e acompanhamento de adolescentes e jovens com tendências suicidas e discutir os limites das questões técnicas e éticas na atuação dos/das assistentes sociais e psicólogos na educação.

A reunião foi realizada por meio de videoconferência, mediada pela assistente social da PROEN, Msc. Luciana Gonçalves de Lima e pela psicóloga do Campus Cuiabá Octayde Jorge da Silva, Dra. Henriett Marques Montanha.

Ao considerar o tema suicídio como um grave problema social que ultrapassa as questões de ordem subjetiva e individual dos sujeitos sociais, compreende-se a necessidade de quebra de tabus e paradigmas enraizados nas diversas formações societárias, em que esse fenômeno é visto apenas como responsabilidade da família e tratado no campo da saúde mental.

Desse modo, se faz necessário pensar em estratégias que nos permitam construir um debate sobre o suicídio como um fenômeno histórico, social, agregado aos fatores de ordem subjetiva que perpassam pela questão de como os indivíduos constroem sua subjetividade a partir das relações estabelecidas com a família e grupos sociais em que são construídas relações de afetividade, políticas, culturais e religiosas.

No Brasil, nos últimos meses, tem ocorrido uma série de debates em torno da morte de adolescentes que possivelmente teriam cometido suicídio em virtude de um jogo virtual e uma série de televisão por assinatura que podem estimular adolescentes que se encontram em processo depressivo e/ou demais adoecimentos mentais a cometerem suicídio. É uma espécie de encorajamento necessário para que se chegue ao ato de retirar a própria vida.

A PROEN informa que a partir do diálogo que estabelece com profissionais de Psicologia e Serviço Social dos diversos campi do IFMT, identificaram que algumas equipes têm desenvolvido trabalhos pontuais para prevenção e/ou atendimentos aos estudantes em situação de risco que buscam apoio na escola. No entanto, identificaram também vários profissionais que manifestaram dificuldades para traçar estratégias de acolhimento, atendimento e acompanhamento de estudantes que buscam as equipes nos campi.

Nessa perspectiva, a PROEN ressalta que é preciso situar o papel da escola e dos profissionais que nela atuam sobre a prevenção de práticas que os estudantes venham a utilizar para findar com a própria vida, bem como, os processos de acolhimento, orientação e encaminhamentos adequados para aqueles que já estão em processo de adoecimento.

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Cuiabá Cel. Octayde Jorge da Silva

Rua Profa. Zulmira Canavarros, 93 - CEP: 78005-200

Telefone: (65) 3318-1400

Cuiabá/MT